Top

Dia das Mães: como foi o desempenho das vendas de lojas físicas e do e-commerce

Sendo a segunda maior data para o comércio brasileiro – perdendo apenas para o Natal, que compreende a Black Friday –, o Dia das Mães teve alta nas vendas em relação ao ano anterior.

Segundo levantamento feito pela Ebit|Nielsen, o e-commerce faturou R$ 2,2 bilhões, 5% a mais que 2018. O número de pedidos aumentou 20%, para 5,5 milhões, enquanto o ticket médio girou em torno de R$ 402, registrando queda de 12%.

Quanto as categorias que mais se destacaram em 2019, Moda e Acessórios, Perfumes e Cosméticos lideraram tanto as vendas no e-commerce, quanto nos shoppings.

Em comparação, os shopping centers tiveram alta de apenas 4% no número de vendas, apontou a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). Os consumidores gastaram 5% menos do que o ano passado, então mesmo que o número de vendas tenha aumentado, o ticket médio das lojas foi 10% menor. Em shoppings populares, com concentração maior de classes C e B, o ticket médio ficou entre R$ 75 e R$ 90. Já nos shoppings com maior concentração de A e B, o valor girou em torno de R$ 170 a R$ 200.

O que pode ser observado em ambos os casos, é que apesar da maior participação online e presença em lojas físicas, o consumidor brasileiro está mais cauteloso com gastos, procurando manter o orçamento livre de dívidas com carnês e cartões de crédito.

Quanto as categorias que mais se destacaram em 2019, Moda e Acessórios, Perfumes e Cosméticos lideraram tanto as vendas no e-commerce, quanto nos shoppings. A diferença está nos Equipamentos Eletrônicos e Eletrodomésticos, que tiveram maior destaque no faturamento das lojas online e perderam espaço nas lojas físicas.

Email
Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp

Deixar comentário.


versão - outubro 2018